Waze vai permitir que combustível seja pago via app

A partir desta sexta-feira (14), usuários do Waze poderão pagar pelo combustível por meio do próprio app, sem contato algum com cartões ou maquininhas. A novidade foi anunciada ontem (13) e, a princípio, vale apenas para os EUA.Para oferecer o serviço, o Waze fechou parceria com as redes Shell e ExxonMobil. Quando parar para abastecer nos postos de alguma das duas redes (e somente delas, por enquanto), o usuário vai receber uma notificação avisando que, caso queira, pode realizar o pagamento pelo celular.Isso só será possível se os aplicativos da Shell e da ExxonMobil estiverem previamente instalados no dispositivo. Caso contrário, o usuário será direcionado à loja de apps para baixá-los. Uma vez presentes nos celular, os aplicativos serão abertos automaticamente pelo Waze, que realizará o pagamento e depois retornará à rota.  waze_gas_station_3.gifWaze vai redirecionar o usuário para o aplicativo da rede de postos de combustível. Gif: Reprodução/9to5Google  A expectativa é que o recurso ofereça mais segurança aos usuários durante a pandemia do novo coronavírus, já que o contato com maquininhas de cartão pode ajudar a espalhar a doença. Mesmo após o fim da crise sanitária, o serviço ainda será útil para diminuir o tempo que os veículos ficam parados nas bombas de combustível.  Em nota, o chefe de vendas do Waze na América do Norte, Andrew Kandel, disse que a companhia “tem o compromisso de continuar ajudando as empresas a aproveitarem tecnologias inovadoras para se adaptar, evoluir e interagir com os clientes”.Esforço coletivoApesar de ser um recurso aparentemente simples, Kandel explicou que a integração do serviço de pagamentos exijiu um esforço multifuncional da equipe do aplicativo, envolvendo profissionais de engenharia, publicidade, editores voluntários de mapas, entre outros.”Nosso principal objetivo era fazer com que a notificação fosse exibida antes do início do processo de pagamento, mas não até termos certeza de que o usuário realmente havia chegado ao posto de gasolina e, claro, estava completamente parado”, completa ele. De acordo com o site 9to5Google, o Waze já vinha testando o recurso há algum tempo, e o piloto do programa foi bem sucedido. Por enquanto, não há previsão para a chegada do recurso ao Brasil. Via: 9to5Google
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp