E-mail: [email protected] - WhasApp: (34) 9 9810-5536

Vladimir Putin é reeleito para quarto mandato como presidente da Rússia

Sem surpresa, Vladimir Putin foi reeleito neste domingo (18) para mais um mandato de seis anos à frente da Rússia, já no primeiro turno da eleição. O índice de abstenção, principal preocupação do chefe de Estado, ainda deve ser confirmado, mas os primeiros dados indicam que o número de eleitores teria registrado uma alta. Como nas eleições anteriores, várias denúncias de fraudes já foram registradas.

Segundo os primeiros números divulgados pela televisão russa, Putin teria conquistado mais de 72% dos votos. O candidato do Partido Comunista, Paval Groudinine, teria reunido cerca de 15% dos votos, o dobro do que vinha sendo anunciado pelos institutos de sondagem. Já o ultranacionalista Vladimir Jirinovski reuniu mais de 6% do eleitorado.

Esses números são fruto da apuração de cerca de 25% das urnas, mas já são considerados como representativos para afirmar a reeleição de Putin no primeiro turno do pleito.

A ex-apresentadora de televisão e filha do ex-prefeito de São Petersburgo, Ksenia Sobtchak, aparece com 2,5% dos votos. Logo após a divulgação dos números, a mediática candidata fez um discurso, no qual contestou a estratégia do opositor Alexeï Navalny, que incitou os eleitores ao boicote. Para ela, a medida teve um impacto negativo no resultado do pleito.

Desde que foi excluído da corrida presidencial acusado de lavagem de dinheiro, o opositor, que era visto como o único capaz de derrotar Putin, tentou ser discreto e falou pouco durante a campanha. Para ele, o boicote do pleito era a melhor maneira de mostrar a falta de legitimidade de pleito.

 

Fechar