Vice-presidente deixa Ubisoft após acusações de assédio sexual

Tommy François, antigo executivo da Ubisoft, foi demitido da empresa após investigações relacionadas a denúncias de assédio sexual. Inicialmente, ele foi colocado em licença enquanto a empresa analisava a sua situação.Ele não é o primeiro executivo a deixar a companhia após acusações recentes. François é apenas um entre uma série de funcionários do alto escalão que deixaram a produtora, responsável por títulos como Assassin’s Creed e Far Cry.That’s a wrap on #UbiForward! pic.twitter.com/7WkWosPAF8— Ubisoft (@Ubisoft) July 12, 2020preview_far-cry-4-valley-of-the-yetis.jpgTommy François ajudou a desenvolver jogos de sucesso para a empresa, como a franquia Far Cry. Créditos: Ubisoft/Reprodução.François era vice-presidente de serviços editoriais e estava entre as mentes mais criativas e importantes da empresa. Ele era o braço direito do diretor de criação Serge Hascoet, que também deixou a desenvolvedora francesa em julho.Entre os trabalhos em sua passagem pela Ubisoft, François ajudou a dirigir grandes franquias como Assassin’s Creed, Far Cry, Watch Dogs e Tom Clancy’s The Division.No entanto, denúncias feitas por vítimas de seu comportamento ecoaram em uma reportagem publicada pelo jornal francês Libération que abalaram as estruturas da gigante francesa.O ex-funcionário é apenas mais um a deixar a produtora em tempos recentes. Outros nomes incluem o próprio Serge Hascoet; o chefe dos estúdios canadenses da Ubisoft Yannis Mallat, a chefe global de RH, Cécile Cornet; e o vice-presidente Maxime Beland.Fonte: Business Insider
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp