Vacinas destinadas aos quilombolas de Vazante só podem ser aplicadas nos que moram nas comunidades

Por determinação do Governo Estadual, as vacinas contra covid-19 destinadas à imunização de quilombolas são para serem aplicadas apenas e exclusivamente naqueles que moram em suas comunidades. As prefeituras precisam obrigatoriamente cumprir esse procedimento. 

Quilombolas que não moram em suas comunidades serão vacinados como as demais pessoas, seguindo o calendário dos grupos prioritários, conforme o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

No caso de Vazante, que recebeu 690 doses com essa especificação, a vacinação dos quilombolas teve início no dia 31 de março nas comunidades dos Bagres e Riacho da Areia (Cabeludo). A maioria deles já recebeu a primeira dose.

VZ1

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp