Transforma Minas: site apresenta as primeiras vagas,

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves. Crédito: Gil Leonardi/Imprensa MG Data: 06-08-2013 Local: Belo Horizonte MG - Cidade Administrativa
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Programa inovador de gestão de pessoas do Governo de Minas Gerais tem vagas de chefia, direção e superintendência das secretarias e órgãos da administração direta e indireta em órgãos públicos estaduais, que serão disponibilizadas ao longo do ano.

Nessa primeira leva da seleção, são oferecidas quatro vagas – subsecretário da Receita Estadual da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF); subcontrolador do Governo Aberto e Corregedor-Geral, da Controladoria-Geral do Estado (CGE) e superintendente de Proteção Social da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedese) -, por meio do site colocado no ar hoje (11/3). Para saber detalhes dos cargos, exigências, atribuições e salários, basta clicar no botão (+) do lado do Cargo. Para chegar às vagas é só entrar na aba “Seleções Abertas” do site.

–––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––

Importante salientar que, iniciado o processo de inscrição, o candidato deverá dar aceite ao Termo de Responsabilidade, disponível na plataforma, que dispõe sobre as regras do processo.

O governo ressalta que a seleção se dará exclusivamente pelo site www.transformaminas.mg.gov.br. A partir de agora, todos os interessados, inclusive servidores do Estado, podem começar a se inscrever no programa “Transforma Minas”, do Governo de Minas Gerais, que foca a gestão de pessoas por mérito e por competência.

O programa dará continuidade ao processo que se iniciou com a seleção dos secretários e é inspirado em modelos e práticas bem-sucedidas de gestão de pessoas no setor público, adotados em países como Austrália, Chile e Reino Unido. Até o final do ano, deverão ser oferecidos, ao longo do processo, 300 postos na administração direta, sendo que a administrativa indireta, em um segundo momento, deverá disponibilizar 200 vagas a serem preenchidas por meio da nova metodologia de contratação do Governo.

“O objetivo é transformar a cultura de gestão de pessoas no setor público, replicar as melhores e mais atualizadas práticas da iniciativa privada e de setores públicos no mundo. A gente pretende selecionar lideranças em grande escala para o governo. Não estamos falando de uma ou duas posições, mas de um número significativo de posições que consigam fazer a diferença na administração do Estado. Nosso objeto é escolher as melhores pessoas para aprimorar a gestão do Estado e, cada vez mais, profissionalizá-la, criando critérios objetivos de meritocracia”, afirmou o secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy. Ele ainda ressaltou que o programa não criará novos cargos e, consequentemente, não trará novas despesas ao Estado.

Parceria

Fruto de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre o Governo de Minas e a Fundação Lemann, por meio da Aliança, que reúne organizações do terceiro setor, formada pela Fundação Brava, Fundação Lemann, Instituto Humanize e Instituto República, a parceria não envolve transferência de recursos financeiros entre as partes.

As entidades se uniram para construir, em parceria com o setor público, soluções inovadoras e têm somado esforços em projetos que promovam o aprimoramento da gestão pública, por meio da produção de conhecimento, mobilização social e estruturação de modelos e boas práticas, entre outras ações.

FONTE: AGÊNCIA MINAS