Startup Astra deve realizar seu primeiro voo orbital no início de agosto

A Astra, startup de voos espaciais, planeja chegar à órbita da Terra pela primeira vez no início de agosto. A empresa informou na segunda-feira (20) que seu Rocket 3.1, com 11,6 metros de altura, será lançado do Pacific Spaceport Complex na Ilha Kodiak, no Alasca, durante uma janela de seis dias que será aberta em 2 de agosto.O foguete foi enviado para o local de decolagem na semana passada depois de ser testado duas vezes nas instalações da Astra na Califórnia, sede da empresa. Os testes foram de fogo estático, que verificam os motores enquanto o equipamento está “amarrado” ao solo.Originalmente, a empresa pretendia chegar à órbita há quase cinco meses, com o antecessor do Rocket 3.1, batizado de Rocket 3.0. O objetivo da missão era o de levar quatro cargas úteis até a órbita, isso renderia US$ 2 milhões à empresa.O dinheiro seria proveniente da Agência de Pesquisa de Projetos Avançados de Defesa dos Estados Unidos (Darpa), que realizou uma competição chamada Darpa Launch Challenge para incentivar o desenvolvimento de foguetes particulares que poderiam lançar cargas eficientemente em pouco tempo. No entanto, no dia da decolagem, os engenheiros notaram alguns problemas que poderiam ser prejudiciais para o equipamento. Por conta disso, o Rocket 3.0 permaneceu no solo e o dinheiro não foi conquistado. Assim, a responsabilidade pela primeira decolagem da empresa recai sobre o Rocket 3.1.Obviamente, não há garantia de que este lançamento será bem-sucedido. Chris Kemp, CEO da Astra, declarou que, geralmente, voos de estreia nunca dão certo. A empresa não anunciou quais serias as cargas úteis levadas. Porém, elas devem ser levadas apenas no próximo voo do Rocket 3.1, se houver.Via: Space
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp