Praticamente todos os infectados pelo coronavírus em Vazante estão assintomáticos

A expansão da COVID-19 tem consequências
imprevisíveis e novas que às vezes confundem até mesmo os mais capacitados
infectologistas. Vez em quando, vemos a própria Organização Mundial de Saúde
(OMS) se contradizer em relação às medidas de enfrentamento da doença.
Portanto, é preciso muita cautela para fazer uma conclusão.

O governo municipal de Vazante segue adotando os princípios básicos de combate
à disseminação do vírus, como a testagem de todos os suspeitos e das pessoas
que tiveram contato com algum caso positivo. Monitorando, acompanhando a
evolução ou não dos sintomas.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Apesar do avanço nos números — o que há de se
esperar de uma cidade que testa 1 em cada 25 habitantes — nosso município tem,
hoje (16/6), um quadro em pleno controle. Com 37 curados, temos 48 casos
ativos, sendo todos assintomáticos. A exceção é um paciente em internação (com
sintomas leves). Entre os curados estão pessoas de alta comorbidade/idosos.

Um questionamento que tem sido constante nas
redes sociais, refere-se ao Hospital Regional de Patos de Minas cujas
informações recentes revelaram a ocupação total de todos os leitos de UTI do
referido centro. Fato repetido em outras épocas que não lutávamos contra o
coronavírus.

Vale destacar que a regulação de acesso aos
leitos desses HOSPITAIS REGIONAIS é de RESPONSABILIDADE EXCLUSIVA DO ESTADO,
que indica a cidade pela proximidade geográfica ou especialidade.

Por isso, a importância das AMBULÂNCIAS
adquiridas pelo município. Elas enriquecem a nossa frota e possibilita a
condução dos nossos pacientes em segurança até o centro definido pela
Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, que pode ser Patos de Minas,
Uberlândia ou qualquer outro hospital de referência.

ASCOM PMV

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp