Porsche Cup 2020 usará reconhecimento facial para liberar acesso ao evento

Por conta das novas restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, a edição 2020 da Porsche Cup, em Interlagos, usará reconhecimento facial para liberar a entrada dos profissionais e público do evento. O sistema deverá identificar quem já está cadastrado, bem como realizar a aferição de temperatura e indicar se o indivíduo está utilizando máscara de proteção facial ou não. A temporada começou na última sexta-feira (15).Para entrar no local é preciso um cadastramento prévio. Um convite é enviado ao smartphone do credenciado, que deve enviar uma foto do rosto. No dia do evento, o equipamento é capaz de reconhecer a pessoa e realizar outros procedimentos para garantir a segurança de todos.“Se a pessoa não atender às exigências de segurança, a catraca não abre e um profissional staff é avisado para verificar se o indivíduo está apto ou não para entrar”, explicou André Barreto, CEO da Unkie Technologies, empresa que forneceu as catracas com o sistema.iStockphoto-2.jpgEdição deste ano foi pensada com novas estratégias para evitar o contágio pela Covid-19. Créditos: iStock/ReproduçãoA coordenadora de marketing da Porsche Cup, Regina Franzé, destacou ser desafiador realizar o evento em tempos de Covid-19. “Realizar um evento deste porte é sempre um desafio e acredito que o reconhecimento fácil seja uma entrega a mais para garantir a segurança de todos e diminuir o número de pessoas no local.”Também vale destacar que a organização do evento está usando outros meios para limitar o número de pessoas durante as corridas e exigindo o teste PCR.Quantidade restrita de profissionaisNeste ano, a etapa de Interlagos definiu restrições também no número de profissionais envolvidos. No novo desenho da organização, é permitido apenas seis profissionais por carro nos boxes, respeitando a densidade máxima de uma pessoa a cada dez metros quadrados.Já na cronometragem, serão permitidos apenas quatro profissionais, assim como somente 20 pessoas para a organização de todo o evento. Os envolvidos no resgate também serão limitados, sendo três pessoas em cada uma das três picapes que serão usadas. Na pista, os 30 fiscais espalhados nos postos não terão acesso aos boxes. Três comissários desportivos deverão manter contato com os pilotos por meio de vídeochamadas ou chamadas de rádio, além de conversas ao ar livre.Toda a organização foi instruída a manter o máximo de distanciamento no interior dos boxes. Outra medida tomada no sentido de evitar o contágio pela Covid-19 é que somente os próprios pilotos poderão trocar seus equipamentos pessoais, como capacete, luvas, etc.Fonte: Yahoo Esportes
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp