Pesquisa aponta que 92% das mães nas favelas não vão conseguir comprar comida

Nove em cada dez mães moradoras de favelas terá dificuldade para comprar comida após apenas um mês sem renda, o que representa 92% do total de entrevistadas, aponta a pesquisa “Coronavírus – Mães da Favela”, realizada por Data Favela e pelo Instituto Locomotiva. O levantamento foi feito em 260 comunidades em todos os estados do país. As favelas brasileiras abrigam 5,2 milhões de mães, com média de 2,7 filhos cada uma.

Sete em cada dez mães não vão conseguir manter o padrão de vida por nenhum período, caso fiquem sem renda. O restante delas tem uma reserva para se manter até no máximo dois meses. A parcela de 85% dessas mulheres disse que o pagamento de suas contas será prejudicado por ter que ficar em casa sem renda e 58% afirmou que o cuidado a sua família será prejudicado pelo mesmo motivo.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

O levantamento também mostrou que, para nove em cada dez mães, a pandemia já mudou algo em suas rotinas. Para 99% delas, há preocupação em relação à doença.

Aumento de gastos

Para as mães, o fato de os filhos deixarem de frequentar a escola devido ao novo coronavírus traz incertezas e também se refletem nos gastos da casa. Três em cada quatro mães, cujos filhos não estão indo para a escola no contexto da doença, disseram que os gastos em casa aumentaram. Para sete a cada 10, o fato de os filhos estarem em casa por causa das ações de combate à pandemia dificulta que a família trabalhe para ter renda.

O total de 84% das mães nas favelas já sofrem impactos com a diminuição da renda. Segundo a pesquisa, 37%  delas são autônomas e 15% têm carteira assinada. Para 84% das mães da periferia, o movimento já está reduzido nas vendas de seus negócios ou nas empresas onde trabalham.

As mães que estão cortando gastos para passar por este momento somam 87% do total. Além disso, 85% afirmaram que o pagamento das contas ficará comprometido pela falta de renda.

(Com informações da Agência Brasil)

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp