Pacientes da hemodiálise tem atendimento negado e PM é acionada no Hospital São Lucas

A Polícia Militar foi acionada e registrou a ocorrência.

Os pacientes que fazem hemodiálise no Hospital São Lucas tiveram uma surpresa nada agradável quando chegaram para mais uma sessão na tarde desta quarta-feira (08) em Patos de Minas. Os profissionais negaram a atender os pacientes devido a falta de pagamento de salários por parte do hospital. Muitos desses pacientes vieram de outras cidades, mas não receberam o tratamento de hoje. A Polícia Militar foi acionada e registrou a ocorrência.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Nós fomos ao Hospital São Lucas no final da tarde desta quarta-feira (08) e conversamos com pacientes que aguardavam para fazer hemodiálise. De acordo com o aposentado Dirceu dos Reis Silva, a situação está muito preocupante e ele não pode ficar sem o tratamento. “Eu sei que a causa deles é legítima, os salários precisam ser pagos, mas eu necessito da hemodiálise, eles não podem nos negar atendimento. Se a gente ficar sem esse tratamento o pior pode acontecer conosco” disse. Cerca de 36 pacientes ficaram de fora do hospital, pois foram impedidos de entrar no hospital.

Na manhã de hoje, os funcionários do São Lucas decretaram greve até receberem os salários que estão atrasados. O jovem Eliseu Ferreira de 27 anos faz hemodiálise desde os 19 anos no hospital e disse que falta muita consideração por parte do hospital. “Eu vim lá de Carmo do Paranaíba, saímos de lá três vezes por semana as 12h00 e só retornamos às 23h00. Cadê a administração do hospital? Eles precisam fazer alguma coisa” disse o jovem.

Nossa reportagem tentou falar com a administração do Hospital São Lucas, mas eles não quiseram gravar entrevista.

Patos Hoje

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp