Novo Plano Minas Consciente mantem Vazante e cidades da região na onda mais restritiva

O Governo Estado divulgou no final da tarde desta quarta-feira (05) o novo sistema de ondas do Plano Minas Consciente que será utilizado em cada região a partir do próximo sábado (08). A macrorregião de saúde Noroeste permaneceu na onda mais restritiva.

As 362 cidades mineiras com menos de 30 mil habitantes poderão avançar automaticamente para a onda amarela do plano Minas Consciente. Esses municípios, que agora estão autorizados a abrir serviços não essenciais, como bares e restaurantes, registraram menos de 50 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias. O avanço poderá acontecer independentemente da situação das macro ou microrregiões nas quais estão inseridos.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Conforme a análise das ondas para as microrregiões de saúde, Vazante, Lagamar, Lagoa Grande e Presidente Olegário não estão aptos à migrarem pra a onda amarela. Apenas Guarda-Mor está apto a mudar de onda a partir de sábado. As orientações valem até 14 de agosto. A relação de registro de caso em comparação ao número de habitantes será decisivo para esses municípios.

Os municípios com medidas mais restritivas, onda vermelha, está autorizada a abertura dos seguintes serviços:

  • Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência
  • Bares (somente para delivery ou retirada no balcão)
  • Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros
  • Serviços de ambulantes de alimentação
  • Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop
  • Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito
  • Vigilância e segurança privada
  • Serviços de reparo e manutenção
  • Lojas de informática e aparelhos de comunicação
  • Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões
  • Construção civil e obras de infraestrutura
  • Comércio de veículos, peças e acessórios automotores

Os municípios que apresentaram índices favoráveis para a abertura de serviços não essenciais seguirão para onda amarela. Nesta fase, são permitidos:

  • Bares (consumo no local);
  • Autoescola e cursos de pilotagem;
  • Salão de beleza e atividades de estética;
  • Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;
  • Papelaria, lojas de livros, discos e revistas;
  • Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem;
  • Comércio de itens de cama, mesa e banho;
  • Lojas de móveis e lustres;
  • Imobiliárias;
  • Lojas de departamento e duty free;
  • Lojas de brinquedos.

O governador Romeu Zema explicou que o tratamento diferenciado para cidades menores levou em conta que a maior parte delas não possui transporte coletivo relevante e apresenta menos tendência a aglomerações.

Por Anderson Franque / Montanheza FM 93.5

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp