Morre homem espancado em briga entre torcedores de Santos e Corinthians

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Um homem de 31 anos morreu neste domingo (4) após ser espancado por integrantes da Torcida Jovem do Santos, em Itaquaquecetuba, segundo informações da Polícia Militar.

O soldador de 31 anos, Danilo da Silva dos Santos , possivelmente um torcedor do Corinthians, foi levado em estado grave para o hospital Santa Marcelina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele era casado e deixa duas filhas.

–––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––

Vinte e um integrantes da organizada do Santos foram detidos, entre eles dois menores de idade. Eles são suspeitos de espancar o homem e de atear fogo e depredar veículos na estrada de Santa Isabel, em Itaquaquecetuba.

Segundo a PM, uma testemunha reconheceu um dos presos como um dos agressores. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

À polícia, os torcedores do Santos disseram que foram surpreendidos por veículos com torcedores do Corinthians enquanto se deslocavam para uma confraternização antes do clássico que acontece na tarde deste domingo no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

G1 tenta localizar representantes da Torcida Jovem do Santos.

O confronto começou na avenida Almiro Dias, onde o homem foi espancado, e se estendeu até a estrada de Santa Isabel. Na estrada há pedaços de madeira, pedras e carros depredados e incendiados. Uma moto queimada também foi recolhida pela polícia.

Segundo a PM, os proprietários dos veículos danificados ainda não se apresentaram à delegacia Central de Itaquaquecetuba, onde o caso foi registrado.

De acordo com um motorista que estava no local e não quis se identificar, o grupo de torcedores dos Santos estava em um ônibus quando começou a confusão.

“Eles desceram e foram pra cima de um motorista. Bateram nele e deixaram ele caído no pátio da prefeitura. Também quebraram outros carros, atearam fogo em um veículo. Foi assustador.”

Há trânsito no local, e a PM mantém isolada a área onde ocorreu o confronto. O comando da PM informou que ações conjuntas estão sendo realizadas para evitar novos conflitos.

Fonte: G1