Laboratório do HC-UFTM é o primeiro habilitado do Triângulo Mineiro para realizar exames de diagnóstico de Covid-19

A informação foi divulgada pela assessoria do hospital nesta quarta-feira (24). Análises poderão atender municípios da região de Uberaba e Ituiutaba, além da cidade de Patrocínio; saiba mais.

O Laboratório de Análises Clínicas do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) foi o primeiro da região do Triângulo Mineiro a ser habilitado para realização de exames de diagnóstico da Covid-19.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

No dia 18 de junho, o G1 noticiou que conforme a Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), nove laboratórios nos municípios de Belo Horizonte, Diamantina, Rio Paranaíba, Viçosa, Sete Lagoas e Pedro Leopoldo foram certificados para a realização de exames RT-PCR. Outros seis, em Juiz de Fora, Montes Claros, Ouro Preto, Uberaba, Divinópolis e Lavras estavam em processo de validação.

A autorização divulgada nesta quarta-feira pela assessoria o HC da UFTM diz que ela foi concedida pela Fundação Ezequiel Dias (Funed) e que o Laboratório de Imunologia da universidade é parceiro do projeto. Além das cidades que fazem parte da Superintendência Regional de Saúde de Uberaba, o laboratório também atenderá os municípios da Gerência Regional de Saúde (GRS) de Ituiutaba e o município de Patrocínio.

Exames

As análises serão feitas a partir do material genético viral presente em secreções coletadas das vias nasal e orofaríngea. O trabalho será iniciado na próxima segunda-feira (29).

Com capacidade operacional de até 500 exames por semana, o foco do laboratório do HC-UFTM será de pessoas com sintomas de síndrome gripal, profissionais de saúde e trabalhadores que atuam no combate à pandemia. Os resultados devem ser divulgados em até três dias após a coleta do material.

“Devido à alta demanda apresentada aos laboratórios públicos, no atual contexto de pandemia, a participação do Hospital de Clínicas vai auxiliar a obtenção de diagnósticos em tempo adequado”, explicou a superintendente do HC, Ana Lúcia de Assis.

Os kits para coleta serão fornecidos pela Funed e os insumos para conclusão dos exames são de responsabilidade do Ministério da Saúde. A empresa Mosaic Fertilizantes também doou recursos para aquisição de aproximadamente 10 mil exames. A compra foi feita pela Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba (Funepu).

Estrutura

Para atender as normas de segurança e necessidades de trabalho, o HC-UFTM precisou fazer adaptações. O laboratório foi instalado em um espaço que antes era ocupado por dois quartos de isolamento.

No local, foi criada uma antessala de acesso e novas instalações elétricas e hidraúlicas. Foi instalado ainda, sistema de climatização que evita dispersão de partículas para áreas próximas.

“Um aparelho troca o ar em intervalos programados e possui filtro de alta eficiência para contaminantes, proporcionando mais segurança para o local e adjacências”, explicou o chefe da Divisão de Logística e Infraestrutura Hospitalar, Luiz Humberto Camilo.

Não foi necessária a aquisição de novos equipamentos para a análise do material coletado. Os aparelhos utilizados são do Laboratório de Imunologia, que realiza exames de biologia molecular desde 2017.

HC-UFTM

O HC-UFTM é referência para receber gestantes e recém-nascidos com Covid-19. Para o atendimento da população em geral, é o segundo hospital de retaguarda em Uberaba, depois do Hospital Regional José Alencar (HR).

Segundo o Plano de Contingenciamento para a Covid-19, o HC-UFTM tem leitos equipados com ventiladores mecânicos, que podem ser utilizados para o atendimento de complicações respiratórias decorrentes da doença.

Em março, o HC-UFTM adotou uma série de medidas internas, visando a proteção da população e dos profissionais de saúde envolvidos.

No mesmo mês, as visitas e entrada de voluntários foram suspensas e foi estabelecido o limite de um visitante por paciente, exceto para o Pronto Socorro e UTIs. Para idosos, parturientes, crianças e pessoas com necessidades especiais, em qualquer especialidade, foi mantido um acompanhante.

Em abril, o hospital fez diversas mudanças estruturais para melhorar atendimento de pacientes com coronavírus. No mesmo mês, HC-UFTM recebeu novos profissionais para atendimento de pacientes com Covid-19.

Este mês, a unidade iniciou o rastreamento de sintomas de coronavírus em visitantes e acompanhantes de pacientes internados.

G1

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp