Por meio de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), firmado com o Ministério Público Estadual, o município de Vazante vem cumprindo todos os compromissos para adequar seu aterro sanitário de acordo com as normas estabelecidas pela legislação ambiental.

Antes da construção do aterro, a cidade enfrentava vários problemas com a destinação do lixo doméstico por falta de local para o devido tratamento do material coletado, que era depositado de forma imprópria em áreas inadequadas.

Concluído parcialmente em 2012, o aterro sanitário de Vazante foi construído numa área de 10 hectares da Fazenda Cercado e sua estruturação ainda está em andamento para que ele possa funcionar conforme a sua capacidade de operação prevista para um prazo de 47 anos.

Atualmente, a população de Vazante produz cerca de 12 toneladas de lixo por dia, material que é coletado e depositado no aterro sanitário, onde recebe todo o tratamento necessário para a correta destinação final.

Fonte: Rádio Montanheza FM 93.5