Se um dia de folga já garante um suspiro na semana, imagina um feriado prolongado como é o caso do 7 de setembro – Dia da Independência do Brasil? Enquanto as férias de final de ano não chegam, muitos brasileiros se planejam para viajar, seja por meio de voos nacionais ou internacionais, ou têm planos de ficarem em casa para descansar com seus amigos e familiares. Mesmo com planos diferentes, muitos têm um ponto em comum: o esquecimento de se proteger no ambiente online – e, assim, tornam-se vítimas de golpes de cibercriminosos. 

É importante ficar atento desde o planejamento do feriado, pois os ataques cibernéticos podem começar bem dele começar. Ao procurar pelo melhor hotel, a passagem que mais compensa, os usuários podem receber e-mails de phishing, técnica de fraude online que pode estar por trás de promoções de hotéis, por exemplo, que têm como função enganar os consumidores ao prometer milhas, descontos e prêmios instantâneos. Neste caso, é preciso ter muita certeza de onde vem essa promoção e entrar no site oficial da companhia para confirmar sua autenticidade.

“As chances de os usuários sofrerem uma infecção por malware, fraude bancária ou qualquer outro tipo de ataque cibernético costumam ser enormes durante este período. Muitas vezes, o que era para ser um período para relaxar, torna-se um grande estresse para os usuários”, alerta Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky Lab. 

Outro perigo que Assolini identifica é o compartilhamento de informações durante viagens: muitos usuários fazem check-in em redes sociais dos locais que estão ou postam fotos dos destinos. “Ações como essas servem como alerta para criminosos de que você não está em casa”, reforça.

Para continuar lendo, clique aqui.