Quase 2 toneladas de maconha foram apreendidas, na noite deste sábado (15), na zona rural de Pirenópolis, na região central de Goiás, após denúncia anônima. Policiais militares flagraram o momento em que um grupo passava parte da droga de um caminhão-baú quebrado para dois carros, em uma rodovia, e houve troca de tiros. Um taxista, suspeito de envolvimento com a organização, foi preso.

De acordo com o major Sérgio Luiz, a ação ocorreu por volta de 23h. A equipe foi alertada de que uma carga de droga seria levada para uma fazenda no distrito de Jaranápolis e dirigiu até o local.

Nas proximidades, um carro que estava no sentido contrário apagou os faróis. Os policiais notaram, então, que havia um taxista atrás deles e decidiram abordá-lo.

“Ele carregava combustível e quatro marmitas. Ele nos disse que inicialmente teria ido ao local para levar um casal e que depois levaria combustível para eles”, conta o major.

Pouco mais à frente foi encontrado o caminhão quebrado e um carro para o qual a carga era passada. Sérgio afirma que a equipe foi alvejada e os policiais revidaram. Ninguém foi atingido. Os criminosos fugiram.

Dentro do veículo havia cerca de 500 kg de maconha. Os PMs, junto com o taxista, seguiram até a fazenda, onde outros 1.408,4 kg da droga foram localizados. O taxista, os entorpecentes e os veículos – todos roubados, de acordo com os militares – foram encaminhados para a delegacia da Polícia Federal de Anápolis.

O nome do taxista não foi revelado. O major afirmou que ele nega envolvimento com o comércio das drogas.
Fonte: G1