Acusado de incentivar suicídio de jovens, novo viral é comparado a desafio da Baleia Azul

 

Na última semana, um contato de WhatsApp tem sido divulgado na internet junto a uma mensagem que afirma que este seria um “perfil amaldiçoado”. O número de telefone que leva ao contato, chamado “Momo”, tem código de área do Japão e exibe uma foto de uma menina com olhos esbugalhados que tem espalhado medo pela rede. Mas como será que esta história surgiu? Será que o perfil é mesmo perigoso?

 

2 Apps que vão te ajudar a localizar o seu celular Android perdido ou roubado

Descubra se você teve seu Twitter hackeado e saiba o que fazer

5 formas rápidas e fáceis de reduzir seus rastros na internet

 

Quem é Momo do WhatsApp?

 

Alguns afirmam que Momo é um perfil capaz de responder em qualquer idioma àqueles que falarem com ela, outros dizem que ele envia imagens de violência explícita e seria capaz de descobrir informações sobre quem o chama no WhatsApp, tudo isso com objetivo de influenciar os jovens ao suicídio, como acontecia com o jogo “Baleia Azul”. Há ainda aqueles que afirmam que o perfil teria sido programado para enviar trojans aos celulares.

No entanto, o que se sabe com certeza é que o perfil foi divulgado a primeira vez em um grupo de Facebook e, desde então, pessoas de todo o mundo tentam fazer contato com ele. A imagem utilizada por “Momo” é de uma escultura exposta em um museu do Japão, em 2016. E, no México, os boatos envolvendo o perfil tomaram tamanha proporção que a Unidade de Investigação em Crimes Informáticos lançou um alerta para que as pessoas não temam o novo viral.

 

Tentamos conversar com Momo e veja o que descobrimos

 

Os especialistas do dfndr lab – laboratório de segurança digital – adicionaram o suposto número de Momo no WhatsApp e não receberam nenhuma resposta até o fechamento desta matéria. Conforme apuramos, diversos perfis têm surgido mundo afora usado esta mesma foto, sendo assim, não é possível afirmar com certeza que o criador do contato original tem feito as ameaças, ou até mesmo que elas têm existido. “A partir do momento em que este contato viralizou, várias pessoas estão se aproveitando da febre e criando novos para assustar os outros, aumentando ainda mais o medo da população.”, alerta o Diretor do dfndr lab, Emílio Simoni.

 

Como baixar aplicativos no seu celular com segurança

Vírus no Android: 6 coisas que você precisa saber agora

Conheça 4 formas de turbinar o celular

 

Como proteger seu WhatsApp contra perfis maliciosos?

 

– Para ficar protegido contra pessoas mal intencionadas no WhatsApp, estejam elas usando a foto de Momo no perfil ou não, evite trocar informações com números ou pessoas que você não conhece.
– Redobre a atenção às informações pessoais compartilhadas nas redes sociais, em especial, seu número de telefone. Lembre-se que elas podem ser acessadas e utilizadas por pessoas mal intencionadas.
– Use sempre um bom antivírus, como o dfndr security, que te avisa sempre que você receber um link malicioso ou notícia falsa no WhatsApp, SMS e no Messenger do Facebook.

 

Momo

 

– Caso receba alguma ameaça via WhatsApp ou ligação, bloqueie o contato no mensageiro e as ligações recebidas por ele no seu celular. O dfndr security tem a função Bloqueador de Chamadas que bloqueia automaticamente ligações de contatos que você desejar.
– Se ainda assim as ameaças persistirem, denuncie o caso a uma delegacia de crimes virtuais.

 

Fonte: PSafe