Na noite da última sexta-feira (09/03), a sala de operações da Polícia Militar de Patrocínio recebeu denúncias de que em um bar localizado na Rua Francisco Ramos, Bairro Constantino, estaria ocorrendo um intenso tráfico de drogas.

A denúncia informava também que, havia comércio de armas e munições, supostamente envolvendo o proprietário do bar, e que, inclusive, existiam armas no interior do carro dele, um Honda/Civic.

Diante das informações, foi desencadeada a operação “Batida Policial”. No bar, o proprietário de 60 anos foi informado das denúncias e afirmou que colaboraria com as averiguações que fossem necessárias.

Entre as pessoas que estavam no bar, foi identificado um indivíduo de 30 anos, conhecido pelo apelido de “Branco”.

Durante buscas no suspeito foi localizada a quantia de R$ 754,00 em notas diversas. Ao seu lado, foi abordado outro homem sendo localizado um pino na cor azul contendo substância semelhante à cocaína, além de R$25,00.

No veículo Ford/Corcel foram achados outros 11 pinos azuis contendo substância semelhante à cocaína. Também foram recolhidos um capacete cor de rosa, o qual tinha um corte no forro interno, com forte odor de crack.

Em continuidade às buscas foram localizadas, entre dois freezers, no interior do bar, 88 munições, calibre .38, embaladas em plásticos. No veículo Honda/Civic de propriedade do dono do bar foram localizados R$8.425,00.

As guarnições PM deslocaram à casa do suspeito de 30 anos, sendo franqueada a entrada aos militares que realizaram as buscas, porém nada de ilícito foi encontrado. Em frente à residência, em um terreno vago, foi observada uma trilha em meio à braquiária, onde também existem denúncias de que o autor esconde os entorpecentes. Os policiais adentraram ao local e localizaram, escondida debaixo de uma pedra, uma sacola plástica, contendo 176 pinos na cor azul, com substância semelhante à cocaína.

O homem assumiu a propriedade da droga e disse que estava vendendo cada pino pelo valor de R$ 10,00. Há denúncias de que o suspeito além de praticar tráfico de drogas no referido bar há mais de um ano, ainda estaria fornecendo as drogas para algumas cidades da região, em grande quantidade.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao autor J.J.J.F. de 30 anos pelo crime de tráfico de drogas e ao dono do bar pelo crime de comércio ilegal de munições de uso permitido e ao “usuário” por portar drogas.

Fonte: Triângulo notícias