Qualquer um que se sinta tentado a usar o #DeleteFacebook depois que os dados pessoais de milhões de usuários caíram nas mãos de uma consultoria política ainda será monitorado pela rede social, que controla quase 30 por cento do tráfego global do site.

 E o Google, sob vários aspectos, mostra 64 por cento de toda a navegação na web em todo o mundo, segundo um estudo recente de 200 mil usuários alemães feito pela Cliqz, usando o produto anti-rastreamento Ghostery.
.
.
.
Clique aqui para continuar lendo.