Mais uma vez um trabalhador foi assassinado dentro de casa por bandidos durante um assalto. Desta vez, o crime aconteceu em Rural Minas 2, na noite desta segunda-feira (19). Dois homens invadiram uma residência e trocaram tiros com a vítima, que acabou morrendo no local. Os criminosos também foram baleados, sendo que um está no Hospital Municipal de João Pinheiro. O outro continua foragido.

Segundo informações relatadas à Polícia Militar, dois indivíduos invadiram a residência de Marcelo Bonacrossi, 49 anos, e de sua esposa. Os bandidos chamaram Marcelo lá fora e, ao abrir a porta, a vítima percebeu que se tratava de um assalto. Ele ainda tentou fechar a porta, mas a mesma acabou sendo danificada pelos bandidos.

Marcelo pediu à mulher que pegasse o seu revólver e, então, começou uma troca de tiros no local. Marcelo foi atingido e caiu no chão, já morto. Os criminosos, então, levaram-lhe a arma, além de um celular, a aliança da esposa da vítima e um Vectra, com placas de Ituverava-SP, e fugiram sentido João Pinheiro.

A PM, ao se inteirar do fato, fez um cerco na BR-040 perto da entrada da cidade. Durante esse trabalho, uma pessoa procurou os policiais e informou que estava em casa em Rural Minas 1, quando o Vectra deixou um indivíduo de 22 anos na rua. Este começou a gritar por socorro e foi levado por essa pessoa para o Hospital Municipal. No local, foi constatada uma perfuração por arma de fogo acima do peito.

Os policiais foram até o hospital e o indivíduo, que não teve o seu nome revelado pela PM, confessou ter participado do latrocínio, afirmando ainda que o comparsa também havia sido baleado. A dupla fora até a casa de Marcelo justamente para roubar-lhe a arma. Ele recebeu voz de prisão e segue internado no hospital. De acordo com a PM, ele é muito conhecido no meio policial tendo participado, inclusive, de um roubo em Rural Minas no dia 6 de fevereiro.

Os militares localizaram o Vectra abandonado em uma estrada vicinal na região do Diamante. O segundo indivíduo, no entanto, não foi encontrado. A perícia recolheu no local um boné preto e uma camiseta arremessada na estrada. Na casa, a perícia recolheu amostras de sangue e detectou na vítima perfuração na entrada no braço esquerdo e na saída no braço direito. Os rastreamentos seguem para encontrar o outro criminoso.

Fonte: Patos agora