Assim como o outubro rosa e o novembro azul — campanhas, em sequência, que visam a prevenção do câncer de mama e de próstata — o “setembro amarelo” possui uma relevância não menos importante e complexa.
Isso porque, no dia dez desse mês comemora-se o Dia Mundial do Combate ao Suicídio.
No Brasil, o número de pessoas que são vítimas desse mal silencioso chega à assombrosa marca de 32 por dia. No mundo, anualmente, morrem mais de 800 mil.

Em Vazante, o CAPS — Centro de Atenção Psicossocial — trabalha incansavelmente para diminuir a média, com um psiquiatra, um especialista em saúde mental, duas psicólogas e uma assistente social.
Segundo a coordenadora da instituição no município, a psicóloga Dra. Flávia Ferreira, dados dão conta que em cada dez suicídios, nove poderiam ser evitados. A família, amigos, colegas devem estar atentos a quaisquer mudanças comportamentais.

Fonte: Prefeitura Municipal de Vazante