O Governo de Minas Gerais, por meio da Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG),  promove, pela primeira vez, a seleção de alunos para os cursos livres do projeto “Constituindo potências para o trabalho no SUS”.

Ao todo, são 17 cursos gratuitos, sendo 11 na área de Saúde Pública e seis na área de Planejamento e Gestão Pública, totalizando cerca de 600 vagas direcionadas aos trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS), com qualquer nível de formação, que atuam na saúde pública em Minas Gerais.

De acordo com a coordenadora do projeto, Amanda Soares, os cursos livres são produções institucionais ativadas pela potência de resistir às restrições do atual cenário da saúde pública. “Trata-se de um projeto que guarda em si a intenção primeira de nos conectar com a aposta de manter vivo e ativo o trabalho no SUS”, afirma.

​Os cursos livres têm como objetivo promover espaços de discussão entre trabalhadores do SUS na perspectiva da Educação Permanente em Saúde, com ênfase no fortalecimento do trabalho no sistema.

As inscrições podem ser realizadas no período de 26 de julho a 11 de agosto de 2017.

Temas

As temáticas englobam: O cuidado em rede, Vigilância em Saúde, Comunicação e Informação em Saúde, Regionalização do SUS, Saúde e Direitos Humanos, Licitação e Contratos no SUS, Gestão de Contratos no SUS, Experimentações em Educação e Saúde, Saúde e Direitos da Mulher, Saúde e Direitos da população LGBT, Saúde e Direitos da infância e da juventude, Território e saúde: reflexões a partir da obra de Milton Santos, Leishmanioses, esquistossomose e doença de Chagas, entre outras.

Cabe ressaltar que algumas dessas ações educacionais serão ofertadas em parceria com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac).

Outras informações: (31) 3517-2611 | cursoslivresespmg@gmail.com

Fonte: Agência Minas