Funcionários dos Correios entram em greve contra privatização

Os mais de 100 mil funcionários dos Correios em todo o Brasil decidiram entrar em greve a partir das 22h desta segunda-feira (17).

A paralisação, que terá duração indeterminada, ocorre como um protesto contra a “retirada de direitos”, a privatização da empresa e a ausência de políticas que protejam os empregados da pandemia de coronavírus.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

As informações são da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (Fentect).

“O governo Bolsonaro busca a qualquer custo vender um dos grandes patrimônios dos brasileiros, os Correios. Somos responsáveis por um dos serviços essenciais do País, que conta com lucro comprovado, e com áreas como atendimento ao e-commerce, que cresce vertiginosamente e funciona como importante meio para alavancar a economia”, disse o secretário geral da Fentect, José Rivaldo da Silva, destaca a rádio Jovem Pan.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp