Fabricante de drones autônomos recebe US$ 100 mi de investimento

A Skydio, fabricante de drones autônomos, levantou US$ 100 milhões em uma rodada de financiamento. Esse novo investimento ajudará a empresa a avançar mais rapidamente no desenvolvimento de seus produtos e a expandir sua estratégia de entrada no mercado para, segundo a companhia, cobrir não apenas aplicativos para consumidores, bem como tecnologia para setores públicos e outras empresas. Além disso, a Skydio lançou a família X2 de hardwares para drones, projetada para uso comercial, nesta segunda-feira (13).

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

A Skydio foi fundada em 2014 e, até o momento, já levantou US$ 170 milhões no total, lançando dois drones focados no consumidor final. Os dois lançamentos empregam inteligência artificial que fornece os recursos de navegação autônoma. Com isso, seus drones podem rastrear ativamente pessoas e objetos, evitando possíveis colisões. O resultado final é um vídeo de alta qualidade, que parece ter sido gravado por uma equipe de filmagem profissional em um helicóptero, mas que está disponível para o consumidor por menos de US$ 1.000 (R$ 5.382 em conversão direta).

O R1, primeiro drone da empresa, saiu em 2018 por US$ 2.499 (R$ 13.449 em conversão direta). Seus recursos de rastreamento e inteligência impressionaram, e foram melhorados com o passar do tempo por meio de atualizações de software e do hardware de segunda geração, lançado em 2019 e atualmente disponível para pedidos.

Reprodução

Drone Skydio X2 foi projetado para uso corporativo. Imagem: Skydio

A plataforma de drones X2 foi projetada para uso corporativo e será lançada no quarto trimestre deste ano, segundo a Skydio. O drone tem uma câmera superzoom de 360 graus, uma câmera térmica de resolução FLIR 320 x 256, autonomia para 35 minutos de tempo de voo e alcance de pouco menos de 15 quilômetros. O equipamento pode ser comandado pelo Skydio Enterprise Controller, com tela sensível ao toque, controles de hardware e um capuz protetor para bloquear o brilho intenso.

A mudança de público-alvo faz muito sentido para a Skydio; os mesmos recursos de pilotagem simples e prevenção de colisões são muito aplicáveis no mundo corporativo. A empresa afirma que sua tecnologia de prevenção de proximidade, com tolerâncias muito rígidas em voo, a torna uma ótima candidata para realizar tarefas como inspeção de equipamentos e infraestrutura remota, em situações em que seria perigoso ou inviável utilizar uma pessoa.

O X2 também consegue capturar imagens de 180 graus acima de si, tornando-o capaz de inspecionar vãos de pontes e outras construções suspensas de uma perspectiva diferente da oferecida pela maioria dos drones. Com sua cobertura infravermelha, também é capaz de trabalhar durante a noite, fornecendo mapas de calor.

A empresa continuará vendendo para o consumidor final, mas essa progressão é certamente interessante para os investidores: a companhia passou de um produto de consumo caro, porém eficiente, para um muito mais acessível mas ainda de alta tecnologia.

Via: TechCrunch

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp