Embarque nos aeroportos poderá ser feito por selfie em breve

O Serpro (Serviço de Processamento de Dados do Governo Federal) desenvolveu uma tecnologia que promete facilitar a vida de viajantes nos aeroportos brasileiros. Trata-se do Embarque Seguro, um sistema de reconhecimento por biometria para validar a identidade da pessoa por meio de selfies que serão comparadas com a base de dados do Denatran. 

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

A solução ainda vai permitir o controle de toda a trajetória do viajante, seu histórico e das pessoas que compartilharam voos com ele, além de integrar dados de órgãos diversos, como Interpol e Polícia Civil. 

Futuramente, a ferramenta também deverá avisar o viajante sobre quanto tempo falta para a saída do voo e identificar o portão correto de embarque, entre outros serviços.

Reprodução

Embarque Seguro vai facilitar a rotina de viajantes nos aeroportos do país. Foto: Reprodução

“A responsabilidade pela validação da identidade do viajante deixa de ser das companhias aéreas e passa a ser feita, com toda segurança, pelo Governo Federal”, anunciou o coordenador da Secretaria Nacional de Aviação Civil, Carlos Eduardo Gomes.

Embarque por selfies

A validação da identidade do viajante com o Embarque Seguro acontece por meio de duas selfies: uma tirada antes da entrada na área restrita do aeroporto e outra, anterior ao embarque. 

As fotos então são comparadas com outras da base do Denatran, e o sistema registra um “percentual de similaridade”, garantindo a identidade de quem vai viajar. O Serpro destaca que o uso de todas essas informações está alinhado à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

O cartão de embarque passa a ser emitido com o QR Code Vio, desenvolvido também pelo Serpro. Segundo a empresa, isso permite que os agentes façam a validação mesmo em caso de falta de eletricidade ou de internet no aeroporto, por exemplo.

Desenvolvida a pedido do Ministério da Infraestrutura, a tecnologia está em fase piloto, com previsão de implantação do embarque de testes ainda este ano.

 

Via: Mobile Time

 

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp