Dia das Mães: ‘quebre’ o isolamento com essa lista de filmes e séries

O Dia das Mães neste domingo (10) vai ser bem diferente do tradicional. Sem almoço de família – com todos em casa ou em um restaurante – muitas mães e filhos terão que fazer algum programa na sala mesmo ou à distância, por videoconferência.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Por isso, vamos te dar uma ajuda com uma lista de filmes e séries para você ver com a sua mãe, com seus filhos pequenos ou até sozinho. Lembrando que, pelo menos os títulos da Netflix, dá pra asisstir ao mesmo tempo usando a extensão Netflix Party do Chrome – confira nosso tutorial

Séries para maratonar juntos

 

Supermães (Netflix)

Série canadense da CBC disponível no Brasil pela Netflix, Supermães (Workin’ Moms) segue a vida de um grupo de mulheres tenta equilibrar suas vidas entre a maternidade, carreira e relacionamentos. A quarta temporada acabou de entrar na plataforma de streaming, e cada temporada tem 13 episódios.

Turma do Peito (Netflix)

Audrey, uma mãe de um bebê de dois meses, se junta a um grupo de apoio de novos pais nessa série australiana da ABC, com distribuição exclusiva da Netflix no Brasil. A série já tem duas temporadas, a primeira com sete episódios e a segunda com seis – dá para ver tudo em um fim de semana.

A Maravilhosa Sra. Maisel

Premiadíssima série da Amazon Prime, A Maravilhosa Sra. Maisel (The Marvelous Mrs. Maisel) foi a melhor série de comédia no Globo de Ouro por dois anos consecutivos. Ambientada nos anos 1960, segue a trajetória de Miriam “Midge” Maisel, casada, mãe de dois filhos, que decide ingressar na carreira de stand-up comedy. Imperdível.

Filmes para rir e chorar

Dumplin (Netflix)

Dumplin é a filha adolescente plus-size de uma ex-miss, vivida por Jennifer Aniston que, que como forma de protesto decide participar do concurso de beleza promovido pela mãe. Uma boa história sobre aceitar não só a si próprio como ao outro.

Mãe e Muito Mais (Netflix)

Três amigas decidem, no Dia das Mães, dirigir até Nova York para se reconectar com seus filhos adultos. Um road movie materno com direção e roteiro de Cindy Chupack (Sex and the City) e estrelado por Angela Bassett, Patricia Arquette e Felicity Huffman.

Lady Bird (Amazon Prime Video)

Para muitos um dos maiores injustiçados do Oscar 2018, o filme da cineasta Greta Gerwig é a história da transição da adolescência para a vida adulta de Christine McPherson, que está no último ano do colégio quer fazer faculdade o mais longe possível da sua casa. Christine e sua mãe, Marion, possuem personalidades muito fortes, o que torna a relação das duas bem tensa.

Reprodução

Que Horas Ela Volta? (Telecine)

A brilhante e sensível obra de Anna Muylaert é tanto sobre maternidade quanto sobre tensões sociais e relacionamentos modernos. Após passar 13 anos como babá em São Paulo, Val (Regina Casé) é “quase da família” na casa dos patrões, mas perdeu sua conexão com a filha que ficou para trás. Um retrato da sociedade brasileira como ela é.

Um Sonho Possível (HBO Go)

Baseado na história real de jogador de futebol americano Michael Oher, que quando criança foi adotado por Sean e Leigh Anne Tuohy depois de anos de abandono e pobreza. Sua mãe adotiva então abraça o seu sonho de se tornar um atleta da NFL. 

Filmes para ver com os pequenos

Valente (Amazon Prime Video)

Um dos filmes mais legais da Disney/Pixar. A princesa Mérida está determinada a seguir seu próprio caminho e quebrar com as tradições do reino e ir contra a vontade da sua mãe, a Rainha Elinor. Mas um encontro com uma feiticeira e um pedido mal pensado vai mudar o destino das duas.

Procurando Dory (Netflix)

Na sequência de Procurando Nemo, Marlin, Nemo e Dory partem em busca da família da peixinha sem memória e encontram o verdadeiro significado de “família”.

Mães barra pesada

Birdbox (Netflix)

Num mundo pós-apocalíptico, Sandra Bullock está presa dentro de casa com dois filhos pequenos, até que é obrigada a abandonar sua segurança e conduzir as crianças – todos de olhos vendados – por um rio traiçoeiro em busca de um novo refúgio. Tensão do começo ao fim.

Exterminador do Futuro 2 (Amazon Prime Video)

Um dos melhores (talvez “o melhor”) filmes de ação de todos os tempos tem também a mãe mais barra pesada do cinema. Sarah Connor tem que se unir ao seu antigo nêmesis, um robô assassino do futuro com a cara do Arnold Schwarzenegger, para salvar seu filho e a humanidade.


Um lugar silencioso (Telecine Play)

Repetindo um dos filmes da minha lista de indicações para ver na quarentena, mas é que a mãe vivida por Emily Blunt é uma baita personagem e não podia ficar de fora. Em um mundo tomado por criaturas aterrorizantes que promovem ataques mortais ao mínimo sinal de barulho, um casal tenta proteger e criar seus filhos sob total silêncio.

Nós (Telecine Play)

O segundo filme de Jordan Peele (Corra!) traz uma família liderada pela maravilhosa Lupita Nyong’o, que tem suas férias na praia transformada em caos quando suas duplicatas bizarras aparecem e começam a aterrorizá-los.

Clássicos

Tudo sobre minha mãe (Amazon Prime Video, Telecine Play)

Uma das obras fundamentais do cineasta Pedro Almodóvar, mas só veja junto com a sua mãe se vocês dois forem muito bem resolvidos. O jovem Esteban quer se tornar escritor e descobrir a identidade de sua segunda mãe, uma mulher trans, cuidadosamente escondida por sua mãe, Manuela.


Central do Brasil (Telecine Play)

Um dos maiores sucessos brasileiros no cinema, que rendeu à incrível Fernanda Montenegro uma indicação ao Oscar. Uma ex-professora que ganha a vida escrevendo cartas para pessoas analfabetas tem que ajudar um menino cuja mãe acabou de morrer a encontrar o pai que ele nunca conheceu. Cinemão.

Grease (Netflix)

A história de amor entre Sandy e Danny Zuko não tem nada a ver com Dia das Mães. Mas é o filme favorito da minha mãe! Então a última indicação está mais para uma dica: veja com a sua mãe o filme favorito dela!

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp