Covid-19: Europa reabre fronteiras após três meses de bloqueio

Após três meses de restrição por conta do novo coronavírus, os países europeus reabriram as fronteiras nesta segunda-feira (15). Mesmo assim, visitantes de outros países continuam a ter a entrada proibida e ainda paira a incerteza sobre se os europeus voltaram logo a fazer viagens internacionais.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

A França e a Alemanha retiraram as barreiras nas fronteiras quase duas semanas depois da abertura das fronteiras da Itália. A Grécia, por sua vez, recebeu nesta segunda (15) visitantes de outros países da Europa que não precisam passar por testes obrigatórios de Covid-19

Ainda na Grécia, uma longa fila de carros se formou na fronteira com a Bulgária após a reabertura para os visitantes, com autoridades de saúde realizando testes aleatórios.

Reprodução

Garçonete trabalha na reabertura de restaurantes na França. Imagem: AP Photo/Michel Euler

Espanha autorizou milhares de alemães a voarem para as Ilhas Baleares sem uma quarentena de 14 dias, para testar sua indústria de turismo. Autoridades disseram que o programa piloto ajudará a avaliar o que é necessário para se proteger contra novos surtos do vírus.

Ainda assim, não há motivos para acreditar que os países da União Europeia abram seu território para visitantes de outros continentes até pelo menos o início de julho.

Países nórdicos

Já a Dinamarca, Finlândia e Noruega abriram as suas fronteiras comuns, mas se recusam a autorizar a entrada de viajantes vindos da Suécia, onde a taxa de contaminação pela Covid-19 é superior aos países da região.

Desde o início da pandemia, a Suécia foi criticada por ser um dos raros países da Europa a recusar um confinamento total da população. O país também foi o único a se manter aberto para os viajantes da União Europeia desde março, enquanto o resto do continente fechava suas fronteiras.

Via: Associated Press

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp