Covid-19: Brasil registra mais de 36 mil mortes; casos superam 692 mil

As secretarias estaduais de Saúde atualizaram, na manhã desta segunda-feira (8), os dados sobre o novo coronavírus no Brasil. Foram confirmados, até então, 692.363 casos e 36.505 mortes em decorrência da doença. 

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Na noite de domingo (7), o Ministério da Saúde divulgou dados divergentes, em dois balanços, sobre o número de casos e óbitos registrados nas últimas 24 horas. Em um primeiro momento, a pasta anunciou 1.382 mortes, mas mais tarde alterou o número para 525, uma diferença de 857. Questionado, o ministério não informou a razão da discrepância.

Com os dados de vítimas fatais apresentados na última quinta-feira (4), o Brasil passou a Itália e se tornou o terceiro país com mais óbitos no mundo, atrás apenas do Reino Unido e Estados Unidos. Em relação ao número de casos confirmados, em 22 de maio, o país obteve o segundo lugar no ranking, a frente da Espanha, Reino Unido e Rússia, ficando atrás somente dos Estados Unidos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Retomada gradual das atividades

Na quarta-feira (27), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria definiu mais uma prorrogação para o período de quarentena em São Paulo. A extensão, que será de 15 dias, vai contar com uma iniciativa chamada “Plano São Paulo” que prevê a flexibilização das medidas de isolamento social.

A decisão de reabertura será feita por áreas específicas e de acordo com dados de ocupação de UTIs no sistema de saúde das localidades e no número de casos por região. Os setores específicos que forem autorizados a reabrir, devem seguir medidas sanitárias para evitar a disseminação da doença.

“Quero alertar, no entanto, que a retomada parte da colaboração de todos e parte do princípio que estaremos monitorando dia a dia a evolução do processo. Se tivermos que dar um passo atrás e retomar as medidas, faremos para proteger vidas”, declarou Doria.

Situação no mundo

O novo coronavírus já infectou mais de 7 milhões de pessoas em todo o mundo, um marco alcançado apenas seis meses após ter surgido na cidade chinesa de Wuhan. O número de mortos por Covid-19 no mundo ultrapassou 403 mil vítimas. Por outro lado, mais de 3,1 milhões de pessoas já se recuperaram da doença.

Impacto regulatório

A InteliGov, startup de monitoramento parlamentar, criou um site de monitoramento automático e parametrizado do Diário Oficial da União e do Legislativo (federal, estadual e municipal) em tempos de crise. Nele, é possível ver todas as menções à Covid-19 no Diário Oficial da União (DOU).

Pioneira na automação do monitoramento de informações governamentais, a InteliGov usa sua tecnologia para atualizar automaticamente as informações a cada hora, no caso do DOU, e diariamente, quanto às iniciativas do Legislativo.

Todo material disponível é gratuito, e dividido em duas categorias: ‘publicações na imprensa oficial’ e ‘proposições legislativas’.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Romeu Zema anuncia escala de pagamento

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quarta-feira (28/10), a escala de pagamento dos servidores do Estado em novembro. A primeira parcela, com