Contas bancárias de Pabllo Vittar são bloqueadas pela Justiça do DF, por causa de dívida

Segundo processo, cantora não pagou juros de imóvel quitado fora do prazo. Defesa da artista disse que não vai se manifestar.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) bloqueou as contas bancárias do cantor Pabllo Vittar por causa de uma dívida. Segundo o processo, o débito é referente a compra de um apartamento em Uberlândia (MG).

As contas da artista foram bloqueadas no dia 9 de setembro. De acordo com a Justiça, a artista não pagou os juros do imóvel, que foi quitado fora do prazo.

A advogada da artista, Elisabete Abelino dos Santos, disse ao g1, por telefone, que não vai se manifestar.

De acordo com o processo, Pabllo Vittar comprou um imóvel em Uberlândia, no valor de R$ 146 mil, em 13 de fevereiro de 2017. A cantora pagou R$ 36 mil à vista, e combinou quitar o restante – R$ 110 mil – até o dia 20 de abril de 2017.

Entretanto, segundo a decisão, parte do valor – R$ 99.050 – só foi pago três meses após o acordo, em 24 de julho de 2017. No dia 31 de outubro do mesmo ano, a cantora quitou o restante, com um cheque no valor de R$ 11.080,78.

No processo consta ainda que, por causa do atraso no pagamento, houve juros contratuais. Entretanto, esse valor não foi pago pela artista, e o juiz Ernane Fidelis Filho determinou o bloqueio das contas de Pabllo Vittar.

G1

Facebook
LinkedIn
WhatsApp

Curso de qualificação de garçons será ministrado em Vazante

A parceria firmada entre a Agência para o Desenvolvimento Local Integrado e Sustentável de Vazante (ADVAZ), NEXA e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) formará nova turma do curso de qualificação de garçons em Vazante. As inscrições estão abertas. Conforme a secretária da ADVAZ, Ubirana Magela, o curso é direcionado às pessoas com 18 […]

plugins premium WordPress