Clubes celebram MP do Governo sobre direitos de transmissão

“Essa medida não veio para o Flamengo, veio para todos os clubes saírem das mãos da Globo”, diz Flamengo.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou uma Medida Provisória, nesta quinta-feira (18), que dá aos clubes de futebol uma maior poder de barganha nas negociações dos direitos de transmissão dos jogos de futebol.

A decisão foi celebrada por líderes de diversas equipes do Brasil, que enfrentam uma espécie de monopólio da Rede Globo ao longo das últimas décadas.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, declarou:

“Essa medida não veio para o Flamengo, veio para todos os clubes saírem das mãos da Globo.”

Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, disse:

“Eu gostei muito. Acho que dá mais competitividade ao produto. No caso, acho que beneficia o Flamengo, mas pode também beneficiar times menores, que terão um produto mais redondo, caso se unam.”

José Carlos Peres, mandatário do Santos, declarou:

“Sou muito a favor, vai auxiliar os clubes. O Santos vende os direitos de transmissão dos jogos dele. Se quiser vender para a Itália, vende.”

Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, afirmou:

“Eu vejo com bons olhos essa medida e espero que possa se tornar algo definitivo. Os clubes precisam de um protagonismo maior no futebol e liberdade para negociar seus direitos de transmissão. Enxergo como positivo para a valorização do futebol brasileiro como ‘produto’.”

Tarcísio Morais/Renova/FOLHA

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp