Brasil zera imposto de produtos relacionados com a energia solar

Taxa para importar produtos de energia solar caiu a zero. Regra vale desde 1º de agosto.

A partir deste sábado (1º), passou a vigorar no Brasil uma regra que zera alíquotas de importação de uma infinidade de produtos relacionados ao segmento da energia solar.

Em 2019, o Brasil consumiu cerca de US$ 1 bilhão em equipamentos dessa natureza, sendo que expressivos 99% são de importações da China.

––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE –––

Em julho, o presidente da República, Jair Bolsonaro, festejou em seu perfil no Twitter a decisão do Ministério da Economia de zerar a alíquota.

A decisão vai beneficiar dezenas de modelos de módulos solares, incluindo monocristalinos e bifaciais, além de alguns tipos de inversores trifásicos para sistemas fotovoltaicos e componentes utilizados nos ‘trackers’, como unidades de controle.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp