Atlético e América iniciam disputa por uma vaga na decisão do Campeonato Mineiro

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Pela sexta vez, Atlético e América se enfrentam em uma fase final de Campeonato Mineiro desde quando a competição passou a ser disputada no atual formato. Com mando de campo do Galo, os rivais iniciam nesta quinta-feira, às 20h, no Independência, o confronto por uma vaga na decisão do Estadual.

Acompanhe, a partir das 20h, a Jornada Esportiva da Itatiaia, com o 1º Time do Rádio. Narrações de Mário Henrique (1º tempo) e Ênio Lima (2º tempo), comentários de Léo Figueiredo e Junior Brasil e reportagens de Cláudio Rezende, Emerson Romano e Thiago Reis.

–––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––

Para chegar às semifinais, o América venceu o Boa Esporte por 1 a 0 nas quartas de final, enquanto o Atlético bateu a URT pelo mesmo placar. Ambos os jogos aconteceram no Horto.

Como fez melhor campanha na fase de classificação, o Coelho terá a vantagem de jogar por dois resultados iguais (dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols) para avançar à final. Dos seis duelos entre as equipes, será a primeira vez que o América terá o benefício a seu favor.

Desta forma, caberá ao Atlético reverter a vantagem do América nesta primeira partida. “É jogo decisivo, não pode sair da partida um minuto sequer. É o primeiro jogo, mas você pode perder a classificação se jogar mal por 10 ou 15 minutos. Então, é foco total. O América tem uma grande equipe, já nos enfrentamos, vencemos por 3 a 0 na primeira fase, mas ficou no passado. Será um novo jogo, agora, diante do nosso torcedor. A gente espera o apoio total para que possamos fazer um bom jogo, vencer e inverter a vantagem”, disse o volante Elias.

No duelo da fase de classificação, o Atlético venceu por 3 a 0 em jogo marcado por polêmicas com a arbitragem comandada por Igor Junio Benevenuto, sorteado para apitar novamente o clássico desta quinta-feira. Mas não foi o árbitro o centro da discussão e sim o auxiliar Guilherme Dias Camilo, que deu um gol a favor do Galo, mas, em um lance bastante similar, não validou o do Coelho (que seria o gol do empate por 1 a 1).

“É um jogo extremamente difícil, um clássico. A gente sabe da qualidade da equipe do Atlético e que vamos precisar fazer um jogo muito próximo da perfeição para conquistar um bom resultado”, destacou o técnico Enderson Moreira.

Mistério nas duas equipes

Após o último treino, os treinadores de Atlético e América adotaram o mistério e não adiantaram as escalações para o clássico.

No Galo, a principal dúvida é se Otero retorna ou não ao time após ser sacado contra a URT por ter feito uma cirurgia estética no nariz sem informar os médicos do clube. Com conjuntivite, o volante Arouca é desfalque. Recuperado de lesão, a novidade na lista de relacionados é o retorno de Yago, que ficará como opção no banco de reservas.

No Coelho, o técnico Enderson Moreira trabalhou a equipe com duas formações nesta quarta: no meio-campo, começou com Juninho e terminou com David, que ficou mais tempo; no ataque, iniciou com Marquinhos e finalizou com Luan.

Já o goleiro João Ricardo é a grande novidade para o jogo. O camisa 1, que passou os dois últimos dias no departamento médico, treinou normalmente nesta quarta-feira e garantiu a Enderson Moreira que está bem para entrar em campo nesta quinta.

Cartões

Pelo lado do Atlético, três jogadores estão pendurados e precisam ficar atentos para não desfalcar o time no segundo jogo da semifinal: o zagueiro Leonardo Silva e os laterais-direitos Patric e Samuel Xavier. No América, dois atletas têm dois cartões amarelos e necessitam da mesma atenção: o zagueiro Rafael Lima e o meia Gérson Magrão.

Atlético x América

Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias, Erik (Otero), Cazares e Luan; Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi

América: João Ricardo; Norberto, Messias, Rafael Lima e Giovanni; David (Juninho), Zé Ricardo, Serginho e Marquinhos (Luan); Aylon e Rafael Moura. Técnico: Enderson Moreira

Motivo: jogo de ida – semifinal do Campeonato Mineiro
Data: 22 de março de 2018, quinta-feira, às 20h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto
Auxiliares: Felipe Alan Costa Oliveira e Ricardo Júnio de Souza
Adicionais: Emerson de Almeida Ferreira e Jerferson Antônio da Costa.

Fonte: Rede Itasat