Homem que matou jovem em Lagoa Formosa tenta se apresentar, mas delegado quer a prisão

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Enquanto parentes e amigos choram o assassinato de Jéssica Souza Santos, de 20 anos, o autor do crime tenta encontrar uma forma de se apresentar para a Polícia Civil e responder pelo homicídio em liberdade. Mas o delegado da Polícia Civil de Lagoa Formosa, Érico Rodovalho, não pretende facilitar a vida do autor.

–––––– CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE ––––––

Lourivaldo Ribeiro Braga, de 52 anos, teria contratado advogado para negociar sua apresentação para a Polícia Civil. O delegado Érico Rodovalho informou ao representante do autor, no entanto, que vai à Justiça com pedido de prisão para o criminoso. Ele está foragido desde o dia do assassinato, ocorrido no final da noite de domingo (18) no bairro Planalto em Lagoa Formosa.

O crime foi passional. Segundo o que apurou a Polícia Civil, Lourivaldo, conhecido como Lora, mantinha um relacionamento extraconjugal com Jéssica, desde quando a garota tinha apenas 13 anos de idade. Nos últimos meses, a jovem tentava por fim ao relacionamento, mas Lourivaldo não aceitava. Na noite de domingo, os dois discutiram mais uma vez e Lourivaldo deu um tiro no rosto de Jéssica, que morreu na hora.

Lourivaldo fugiu logo após o crime e não foi localizado pela Polícia Militar. Revoltados, cunhados da jovem atearam fogo ao carro dele que estava cedido para a Jéssica. O veículo que ele usou na fuga também já foi localizado. A Polícia Civil abriu inquérito e vai pedir a prisão do autor, o que pode ocorrer a qualquer momento.

Fonte: Patos hoje

As buscas que marcaram 2018

No final de 2018, o Google anunciou os resultados das buscas do ano, oferecendo uma perspectiva das tendências e destaques do ano baseado nas pesquisas feitas