Cobertura: Tati Zaqui – Akkasha – FestaDaLapa2016

Cobertura: Tati Zaqui – Akkasha – FestaDaLapa2016

[gallery link="file" ids="13019,13020,13021,13022,13023,13024,13025,13026,13027,13028,13029,13030,13031,13032,13033,13034,13035,13036,13037,13038,13039,13040,13041,13042,13043,13044,13045,13046,13047,13048,13049,13050,13051,13052,13053,13054,13055,13056,13057,13058,13059,13060,13061,13062,13063,13064,13065,13066,13067,13068,13069,13070,13071,13072,13073,13074,13075,13076,13077,13078,13079,13080,13081,13082,13083,13084,13085,13086,13087,13088,13089,13090,13091,13092,13093,13094,13095,13096,13097,13098,13099,13100,13101,13102,13103,13104,13105,13106,13107,13108,13109,13110,13111,13112,13113,13114,13115,13116,13117"] Fotos por: William Mendanha e Gabriel Oliveira
Justiça determina bloqueio do WhatsApp no Brasil por 72 horas a partir das 14h do dia 02 de maio

Justiça determina bloqueio do WhatsApp no Brasil por 72 horas a partir das 14h do dia 02 de maio

A Justiça mandou as operadoras de telefonia fixa e móvel bloquearem o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp em todo o
Faltam 20 dias para empresas cadastrarem no listaCOM, o novo Guia Comercial e de Serviços de Vazante, Lagamar e Guarda-mor

Faltam 20 dias para empresas cadastrarem no listaCOM, o novo Guia Comercial e de Serviços de Vazante, Lagamar e Guarda-mor

Termina no próximo dia 20 de maio o prazo para as empresas de Lagamar, Vazante e Guarda-mor se cadastrarem para
Polícia Militar e Militar Rodovia receberão reforço a partir do dia 30

Polícia Militar e Militar Rodovia receberão reforço a partir do dia 30

A Polícia Rodoviária de Vazante vai intensificar a fiscalização nas rodovias que dão acesso a cidade. A polícia irá realizar
Patrocínio investiga segunda morte por H1N1

Patrocínio investiga segunda morte por H1N1

Patrocínio, município localizado na região do Alto Paranaíba, investiga o segundo óbito por H1N1 em 2016. A vítima, segundo Secretaria
Alvo da Operação Acrônimo, esposa de Pimentel é nomeada secretária de Estado

Alvo da Operação Acrônimo, esposa de Pimentel é nomeada secretária de Estado

nvestigada na Operação Acrônimo, a primeira dama de Minas Gerais, Carolina Oliveira, foi nomeada nesta quinta-feira, 28, secretária de Estado
PPS está criando condições para disputar as eleições proporcionais e majoritárias, diz presidente

PPS está criando condições para disputar as eleições proporcionais e majoritárias, diz presidente

A série de entrevistas realizadas pela Rádio Montanheza com os presidentes e representantes de partidos da cidade de Vazante teve
Sindicato Rural de Patos de Minas lança promoção “Amigo das Estrelas”

Sindicato Rural de Patos de Minas lança promoção “Amigo das Estrelas”

Já pensou em conhecer todos os artistas da Fenamilho? O Sindicato Rural de Patos de Minas lançou a promoção "Amigo

Justiça determina bloqueio do WhatsApp no Brasil por 72 horas a partir das 14h do dia 02 de maio

A Justiça mandou as operadoras de telefonia fixa e móvel bloquearem o serviço de mensagens instantâneas WhatsApp em todo o país por 72 horas. A medida começará a valer a partir das 14h desta segunda-feira (2). A decisão, de 26 de abril, é do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE). As cinco operadoras -TIM, Oi, Vivo, Claro e Nextel- já receberam a determinação e informaram que vão cumprir. Em caso de descumprimento, estarão sujeitas a multa diária de R$ 500 mil. É a segunda vez que o aplicativo é bloqueado no Brasil. Em dezembro de 2015, a Justiça determinou o bloqueio por 48 horas devido a uma investigação criminal. Na época, as teles receberam a determinação judicial com surpresa, mas a decisão não durou 48 horas. As autoridades que investigam o caso em dezembro obtiveram autorização judicial para que o WhatsApp quebrasse o sigilo de dados trocados pelos investigados via aplicativo, mas a empresa não liberou as informações solicitadas. O bloqueio seria uma represália. Em fevereiro, um caso parecido ocorreu no Piauí, quando um juiz também determinou o bloqueio do WhatsApp no Brasil. O objetivo era forçar a empresa dona do aplicativo a colaborar com investigações da polícia do Estado relacionadas a casos de pedofilia. A decisão foi suspensa um desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí após analisar mandado de segurança impetrado pelas... ler mais

Faltam 20 dias para empresas cadastrarem no listaCOM, o novo Guia Comercial e de Serviços de Vazante, Lagamar e Guarda-mor

Termina no próximo dia 20 de maio o prazo para as empresas de Lagamar, Vazante e Guarda-mor se cadastrarem para divulgação na nova lista de serviços e comercial destas cidades. A listaCOM será entrergue gratuitamente, em todos os endereços destes três municípios, a partir da primeira semana de junho. A listaCOM é produto em parceria com a CDL e ACE de Vazante, no qual os associados têm descontos. Na listaCOM você encontrará produtos e serviços não só de empresas, mas também de profissionais autônomos, como: pedreiros, manicures, dentistas, diaristas, entre outros. Os valores dos anúncios serão a partir de R$ 29,90 por ano. Não fique fora, anuncie sua empresa e multiplique seus negócios. Clique aqui e cadastre gratuitamente sua empresa no site da listaCOM Para mais informações entre em contato no (34) 3813-2209 ou comercial@listacom.net. ListaCom- procurou,... ler mais

Polícia Militar e Militar Rodovia receberão reforço a partir do dia 30

A Polícia Rodoviária de Vazante vai intensificar a fiscalização nas rodovias que dão acesso a cidade. A polícia irá realizar a fiscalização no interior dos veículos, para evitar que drogas e armas de fogo, possam entrar no município neste período da Festa da Lapa. Os condutores de veículos devem estar atentos também aos cuidados nas rodovias, uma vez que o fluxo de veículos aumenta. Vale lembrar também que o policiamento dentro da cidade será reforçado e a partir do dia 30 de abril. Segundo o comandante da Polícia Militar em Vazante, Tenente Rogério Luiz, o contingente policial será aumentado e aproximadamente 50 policiais estarão de serviço durante o período festivo. À exemplo do ano passado, uma aeronave também foi solicitada neste ano, mas ainda é aguardada a confirmação de sua liberação. Rádio... ler mais

Patrocínio investiga segunda morte por H1N1

Patrocínio, município localizado na região do Alto Paranaíba, investiga o segundo óbito por H1N1 em 2016. A vítima, segundo Secretaria Municipal de Saúde de Patrocínio, foi uma mulher com idade superior a 50 anos. Ela é moradora da cidade, mas faleceu em Araguari, onde estava internada. A Secretaria de Saúde aguarda o resultado do exame laboratorial para comprovar a causa da morte. Nesta semana, Patrocínio confirmou a primeira morte pela doença. A vítima foi uma mulher, que estava internada em um hospital particular. Segundo o secretário municipal de saúde, Wesley Romão Siqueira, até a última segunda-feira (25) foram notificados oito casos suspeitos da doença na cidade. A campanha de vacinação no município começou na terça-feira (26) e a meta do Executivo é imunizar 20 mil... ler mais

Alvo da Operação Acrônimo, esposa de Pimentel é nomeada secretária de Estado

nvestigada na Operação Acrônimo, a primeira dama de Minas Gerais, Carolina Oliveira, foi nomeada nesta quinta-feira, 28, secretária de Estado do Trabalho e do Desenvolvimento Social. A decisão foi tomada pelo marido dela, o governador Fernando Pimentel (PT). Carolina agora passa a ter foro na segunda instância da Justiça. Em casos estaduais, ela responderá a ações criminais perante o Tribunal de Justiça de Minas, sobre o qual Pimentel tem mais influência. Em casos federais, como é o caso da Acrônimo, o processo corre em tribunal regional federal. A nomeação ocorre quando está prestes a ser homologada a delação premiada da empresária Danielle Fonteles, da agência Pepper, que forneceu detalhes do esquema de corrupção apurado na operação. Também há a perspectiva de que a Procuradoria-Geral da República (PGR) ofereça em breve denúncia contra os envolvidos. Os inquéritos relativos à Acrônimo estão em curso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), pois o governador tem foro na corte. Carolina e os demais implicados também são, ao menos por ora, investigados nessa instância. Porém, havia a possibilidade, mesmo que improvável, de um desmembramento, o que faria com que o caso da primeira dama fosse enviado para a primeira instância da Justiça Federal. Com a nomeação, se isso ocorrer, ela terá de ser processada no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Carolina e Pimentel são suspeitos de receber vantagens indevidas de empresas que mantêm relações comerciais com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), instituição subordinada ao Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior. O petista comandou a pasta de 2011 a 2014, quando se desvinculou para disputar as eleições ao Palácio... ler mais